Notícia enviada por Igor J. Bordun.

Em até 15 dias, a primeira de várias obras de ampliação do Aeroporto Internacional Afonso Pena, em São José dos Pinhais, terá início. O terminal de logística de cargas ganhará 5 mil metros quadrados em uma reforma que custará R$ 17 milhões e pode durar um ano.

O contrato de reforma e ampliação entre a Infraero e a empresa de Cascavel Abapan foi assinado em Brasília na quarta-feira. Na primeira etapa, o prédio atual da Infraero será reformado e um novo bloco será construído. Posteriormente, será erguido um pavilhão para importações, um prédio para cargas vivas e outro para cargas restritas.

Este é o primeiro contrato de vários que deverão ser firmados nos próximos anos. Na semana que vem será disponibilizada a licitação para ampliação do estacionamento de veículos e já está em fase final de elaboração dos editais o projeto de ampliação do terminal de passageiros.

“O aeroporto já necessita de investimentos há algum tempo. No orçamento do governo federal tem recurso de R$ 39 milhões para os próximos projetos, incluindo obras de drenagem e de melhora na condição do pátio. Depois disso ainda tem a obra da terceira pista”, lembra o deputado federal Eduardo Sciarra (DEM), que acompanha os projetos.

Fonte: http://www.jetsite.com.br/2008_v35/Noticias.aspx?getByID=3494

6 Comentários

  1. Andreas Fast

    17 de novembro de 2010 em 12:38

    \o/

    Tava mais do que na hora!

  2. Neto

    17 de novembro de 2010 em 13:18

    Mas pista e terminal que é bom nada!

  3. Christian Saavedra

    17 de novembro de 2010 em 13:47

    Vou mandar meu Curriculo pra essa Construtora, ai vou trabalhar e tirar fotos dos cargos. \o/

  4. Andreas Fast

    17 de novembro de 2010 em 20:22

    boa!!11

    Neto, + TECA = Mais carga que pode ser armazenada, quem sabe + cargueiros =D

  5. Neto

    17 de novembro de 2010 em 21:22

    Sim Fast, mas se houver uma pista maior isso também ocorrerá, bem como virão novos vôos internacionais

  6. Andreas Fast

    17 de novembro de 2010 em 23:44

    Com toda certeza Neto, mas precisamos de um terminal maio para poder atender a demanda, senão daqui a pouco vao ter que usar a remota para deixar os pallets

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *